30/10/2022

Rodrigo Medina concede entrevista à Al Jazeera sobre as eleições brasileiras - 30/10/2022

Preparations for the second round of Brazil's presidential election, in Rio de Janeiro

O Ir∴ Rodrigo Medina Zagni, Coordenador de Educação da Irmandade Progressista, concedeu uma entrevista à rede Al Jazeera, sobre as eleições brasileiras. 

O Ir∴ Rodrigo é historiador e professor do departamento de Relações Internacionais da Universidade Federal de São Paulo.

Clique aqui para ver a publicação no site da Al Jazeera. Abaixo estão os áudios originais da entrevista, e o texto traduzido para o português.

Áudio original - 1 de 3

Áudio original - 2 de 3

Áudio original - 3 de 3

Eleições decisivas diante de uma realidade complexa e um destino desconhecido

Hassan Masoud
30/10/2022

Desde que o atual presidente Jair Bolsonaro tomou posse no início de 2019 de seu antecessor, o presidente interino Michel Temer, que liderou o país após derrubar a última presidente de esquerda (Dilma Rousseff) – por meio do Parlamento – e o cenário no Brasil está ficando cada vez mais dividido, isso apareceu desde o primeiro momento em que assumiu o cargo.

23/10/2022

Irmandade Progressista na TV 247 com Joaquim de Carvalho - 20/10/2022

Em 20/10/2022 a Irmandade Progressista esteve novamente na TV 247, com Joaquim de Carvalho.

A participação inicia-se no ponto 2h33 (duas horas e 33 minutos) do vídeo.

 

Irmandade Progressista na TV 247 com Joaquim de Carvalho - 13/10/2022

Em 13/10/2022 a Irmandade Progressista esteve na TV 247, com Joaquim de Carvalho.

A participação inicia-se no ponto 2h39 (duas horas e 39 minutos) do vídeo.

Irmandade Progressista no Opera Mundi, com Breno Altman - 11/10/2022

 

Em 11/10/2022 estivemos no Opera Mundi, com Breno Altman.

18/10/2022

Roda de Conversa - Os militares devem se envolver na política? - 22/10/2022

 
A IRMANDADE PROGRESSISTA CONVIDA PARA RODA DE CONVERSA

Os militares devem se envolver na política?
Com Marcelo Pimentel

Aconteceu em 22/10/2022

Marcelo Pimentel é oficial da reserva do Exército Brasileiro, após 38 anos de serviço na ativa. É mestre em ciências militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército e atualmente graduando do curso de ciências sociais na Universidade Federal de Pernambuco. Como oficial superior, exerceu funções de comando de unidade, assessoramento e chefia de estado-maior e adido de Defesa e do Exército na América Central e Caribe. Tem 55 anos, e é natural do Recife, onde reside desde que ingressou na reserva do Exército, em janeiro de 2018.

Documentos mencionados pelo convidado:

Ação da Mídia nas Operações Militares - O papel das Operações Psicológicas 

Exército Brasileiro - Manual de Campanha - Operações de Informação 

Exército Brasileiro - Manual de Campanha - Operações


07/10/2022

Roda de Conversa - O espiritismo e o campo progressista no Brasil - 10/10/2022

 

O espiritismo e o campo progressista no Brasil 

Contradições e possibilidades nas relações entre religião e política

Com Luiz Signates

Transmitido em 10/10/2022

Luiz Signates é doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo. É professor do mestrado e do doutorado em Comunicação na Universidade Federal de Goiás, e em Ciências da Religião na PUC-Goiás. É fundador do Instituto Signates de Consultoria e Pesquisas. Membro fundador das Academias de Letras de Goiânia e de Aparecida de Goiânia.
É M.'.M.'., membro da Loja Harmonia e Concórdia, 165 do Oriente de Goiânia, da Grande Loja do Estado de Goiás, e grau 9 do REAA. É também membro da Academia Goiana Maçônica de Letras.

06/10/2022

Maçons progressistas repudiam a exposição da Maçonaria


Aos Grão Mestres do GOB, dos Grandes Orientes Independentes da COMAB, da CMSB e Líderes dos Corpos Filosóficos dos Ritos Maçônicos do Brasil

A Irmandade Progressista é um coletivo de Maçons, progressista e evolucionista, que prima pela defesa obstinada dos princípios da Maçonaria. Em especial pela defesa da Liberdade, da Igualdade e da Fraternidade.

Condenamos enfaticamente a intransigência, o sectarismo político e religioso, a superstição, a tirania e a ignorância. Defendemos a liberdade de expressão e combatemos o uso da violência, de qualquer tipo, para a consecução de nossos objetivos. Não aceitaremos ou deixaremos de enfrentar o que consideramos ferir os princípios de nossa Ordem, pois segui-los é o que nos faz ser Maçons.

Sem nenhum tipo de resistência ou discordância, nasceu no seio de Lojas Maçônicas uma crescente onda de desrespeito à ordem jurídica do País, clamando por rupturas institucionais que pediam inclusive o fechamento de um dos Três Poderes e a instalação arbitrária de um regime de exceção. Cerimônias maçônicas públicas foram filmadas, nas quais políticos profanos de apenas um determinado campo político faziam discursos extremistas que condizem com apenas uma das múltiplas opiniões que a democracia brasileira reúne.

Roda de Conversa com Mauro Tippi - Um projeto filosófico para o Rito Brasileiro

Início em 25/04/2024, quinta, às 19h30 Clique aqui para participar A IRMANDADE PROGRESSISTA CONVIDA PARA RODA DE CONVERSA Um Projeto Filosóf...